10

February

Equilíbrios possíveis

Lá estava ele. Um dos garçons do restaurante, retirando os pratos de uma das mesas. Ao retirá-los, ele ia empilhando-os um a um. Estrategicamente, para que não caíssem. Formando uma grande flor de pratos, na tentativa de, talvez, facilitar o próprio trabalho e caminhar o mínimo possível. Na verdade, não conheço os motivos dele. O […]

Share Button