Dinheiro e Espiritualidade

Muitas vezes parece que ter dinheiro e ser espiritualizado fazem parte da dança dos opostos. Ou um, ou outro. Não dá para ter tudo na vida. Ou você abre mão de prazeres materiais para ser espiritualizado ou corre o risco de ser visto como ganancioso, se quiser lutar por algo mais que a própria sobrevivência.

Para mim, não tem como separar a espiritualidade e a busca pela liberdade financeira. Vejo como partes de um todo e em nome de um todo muito maior que nosso umbigo. A humildade e a ganância não estão nem no abrir mão de confortos materiais e nem na busca por estes. A humildade e a ganância estão em nós e mostraremos isso ao mundo através do dinheiro e da espiritualidade, por exemplo.

Há de tudo no mundo: ricos humildes e que precisam de ajuda e pobres arrogantes onde é uma ofensa oferecer ajuda.

O dinheiro ou a falta dele, muitas vezes revela o que temos guardado na nossa alma.

Buscar abrir mão de recursos materiais não é ser humilde. Para mim, a humildade está em buscar bons recursos materiais e dividir com quem precisa de nossa ajuda e não tem os meios de conseguir por conta própria. É poder ser grato pelas nossas condições de lutar pelo que queremos e oportunizar aos que ainda não podem. É sair da zona de conforto, é mudar a energia interna. É ter amor próprio para poder oferecer afeto, ajuda e empatia pelos outros.

Em nome do dinheiro nosso amor ganha forças. É claro que não é só através do dinheiro que ajudamos aos outros, mas com ele vamos muito mais longe. Mas, para isto, precisamos deixar a preguiça de lado e investir em nós mesmos.

Então eu desejo de coração que você tenha muito dinheiro, e que ele dê suporte à muitas ideias e ideais que possam ajudar aos seus e à muitos outros. E se isso acontecer, com certeza vamos nos encontrar!

Abraço!

Fernanda Nunes Gonçalves

Share Button

Fernanda

Psicóloga Humanista, Escritora e Trader

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *